Secretaria da Educação do Estado realiza consulta pública sobre práticas de respeito à diversidade e combate ao bullying

11149(1)

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia está mobilizando professores, gestores e coordenadores pedagógicos das escolas da rede estadual de ensino a socializarem práticas de respeito à diversidade e combate ao bullying. Para isso, está realizando a consulta pública sobre “Respeito à diversidade e combate ao bullying nas unidades escolares sobre as temáticas Relações de gênero e sexualidade, História e Cultura Afro-Brasileira e Africana, História e Cultura Indígena, Combate à intimidação sistemática (bullying) na rede estadual de ensino. Os interessados devem preencher o formulário disponível no Portal da Educação até 17 de julho.

 A iniciativa tem o objetivo de evidenciar as práticas pedagógicas já realizadas pelas unidades escolares, servindo de inspiração e indução para iniciativas pedagógicas em outras escolas da rede que ainda não estejam desenvolvendo ações nesta perspectiva. Além da socialização de boas práticas, o resultado da consulta pública servirá de subsídio para a elaboração das Diretrizes Estaduais da Educação para as Relações Étnico-Raciais e para as Diretrizes Estaduais de Educação para as Relações de Gênero e Sexualidade.

A coordenadora de Currículo e Desenvolvimento Humano da Secretaria da Educação do Estado, Jurema Brito, fala sobre a iniciativa. “A partir deste diagnóstico, serão pensadas outas estratégias para que estas discussões cheguem para o professor e envolvam toda a escola, familiares e comunidade”, destacou. A coordenadora também informa que todas as contribuições serão avaliadas. “Teremos um momento de devolutiva que é o processo de organizar essas respostas e apresentar para a comunidade educacional como um todo. Também iremos fazer critérios de avaliação das práticas mais relevantes por território. Além disso, queremos realizar por Núcleos Territoriais de Educação (NTEs) algum tipo de ação social com as escolas que realizam essas práticas e aquelas que não realizam para chamar a atenção da comunidade local sobre essas temáticas”, acrescentou Jurema.

 

Fonte: Portal da Educação

Realização do Virtual Educa contribui para o fortalecimento da Educação na Bahia

Virtual Educa I

O XIX Encontro Internacional Anual Virtual Educa 2018, que encerrou nesta sexta-feira (08), depois de uma semana de atividades no Centro Estadual de Educação Profissional, Formação e Eventos Isaías Alves (ICEIA), no bairro do Barbalho, em Salvador, se consolida como mais uma ação estratégica para fortalecer o eixo pedagógico na rede estadual.  Durante o evento, iniciado na segunda-feira (4), cerca de 29 mil visitantes, entre estudantes, professores, pesquisadores e escritores do Brasil, da América Latina e da África, participaram de fóruns, palestras e oficinas realizadas dentro da temática da Educação no século XXI e sua interface com a inclusão, a diversidade, o meio ambiente, a inovação, a tecnologia e a formação docente.

“Conseguimos realizar um encontro que atingiu seus objetivos de compartilhar, com os participantes, muitas iniciativas e atividades que são desenvolvidas de forma inovadora. E essa edição seguiu o trabalho que o Virtual Educa vem desenvolvendo de levar essas discussões para o mundo. Tivemos mais de 65 oficinas, com a participação de universidades, escolas, professores e pesquisadores, assim como, de grandes parceiros com o CIMATEC [Campus Integrado de Manufatura e Tecnologia], pertencente ao Sistema S, onde já realizamos diversos projetos, destacou.
Pinheiro também afirmou que a realização do encontro marcou a reinauguração, com a presença do governador Rui Costa, de uma das escolas mais antigas da Bahia, O ICEIA, com 182 anos de fundada, que foi completamente reestruturada e que passa a ofertar um novo perfil de oferta, além de se constituir como o novo Centro de Formação e Eventos da Bahia. “Além deste ótimo momento, temos a felicidade de saber que todo o esforço vai ter um grande legado, já que o ICEIA passa a ser um centro de formação de educação inovadora com a participação de instituições que estiveram presentes no encontro, como é o caso do Google, através do nosso projeto e-Nova Educação. A Bahia pautou este desafio de fazer o Virtual Educa, pela primeira vez, numa escola, e alcançamos o nosso objetivo de contextualizar, cada vez mais a educação no século XXI, onde nossos estudantes foram protagonistas, apresentando mais de 400 projetos de iniciação científica de alta qualidade” destacou.
Virtual Educa II
 
Para o diretor Ítalo Costa, do Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (CIOMF), localizado em Itabuna, o Virtual Educa ampliou os seus conhecimentos sobre novas metodologias de ensino com o uso de tecnologias. “Além das palestras, fóruns e conferências, eu participei das oficinas. Uma das que mais gostei foi a da Lego Education porque tivemos contato com outras tecnologias, diversos projetos desenvolvidos e novas ideias que irão enriquecer o meu trabalho na escola. A troca de informação é muito útil, tanto dos outros que trazem para a gente quanto, também, de nós que levamos para os outros, pois a interação em si produz novas possibilidades de implementação tecnológica”, destacou o gestor.
As estudantes Máiran Mendes, 16, e Maírian Jesus, 18, do Colégio Estadual Luiz Navarro de Brito, localizado em Amélia Rodrigues, afirmaram que o Virtual Educa foi uma grande experiência em suas vidas. Elas apresentaram um dos 240 projetos de iniciação científica durante a 7ª edição da Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA). “Viemos do interior apresentar o nosso projeto ‘Fisioterapia e reabilitação da faculdade de motores (exoesqueleto acessível) e ficamos muito felizes porque o secretário da Educação Walter Pinheiro, e o governador Rui Costa gostaram muito da nossa pesquisa”, revelou Máiran Mendes. Já sua colega de projeto, Maírian Jesus acrescentou que “esse reconhecimento que tivemos é muito estimulante, porque mostra que estamos no caminho certo e nosso projeto visa contribuir com o bem-estar das pessoas que não têm condições financeiras arcarem com sessões de fisioterapia”, pontuou, a estudante.
Primeira vez na Bahia – O XIX Encontro Internacional Virtual Educa 2018 foi organizado em parceria pelo Governo do Estado da Bahia e pela Secretaria Geral da Virtual Educa para promover a inovação na Educação. O evento apresentou políticas e práticas no campo da Educação e da formação profissional, visando o desenvolvimento humano e a inclusão social na região da América Latina e Caribe. O tema, desta edição, realizada pela primeira vez no Brasil e sediada pela Bahia, foi “Educação para Transformar a Sociedade em um Espaço Único Multicultural”.
 Virtual Educa III
A programação foi dividida em dois eixos com distintas programações e públicos-alvo. O primeiro foi um espaço pedagógico para educadores apresentarem trabalhos voltados à arte da inovação na Educação e uma oportunidade para docentes, gestores escolares e especialistas atualizarem metodologias e práticas de ensino, bem como trocassem experiências em oficinas e conferências com especialistas da América Latina, Caribe e África. Já a área da exposição internacional “Educação, Inovação e TIC” reuniu produtos, serviços e modelos de boas práticas em educação.
O segundo eixo foi o Fórum Global sobre Educação e Inovação, voltado para responsáveis de governos e instituições internacionais, com a proposta de debater a Educação no século XXI, em particular a inovação como um eixo estratégico para promover a transformação social, a educação de qualidade e o desenvolvimento sustentável. Durante o fórum, foi apresentada a iniciativa Pense Azul, desenvolvida pela Virtual Educa em colaboração com o Banco Mundial. O encontro também recebeu, no seu último dia, mais de 2 mil estudantes de 43 escolas para o Aulão ENEM 100%. A atividade foi voltada para a preparação dos alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio.
Fonte: Portal da Educação

Secretaria da Educação do Estado convoca candidatos aprovados em seleção para agente de portaria

A Secretaria da Educação do Estado publicou, nesta sexta-feira (25), no Diário Oficial da Bahia (DO-BA), a convocação dos candidatos aprovados na seleção para agente de portaria. Os classificados têm o prazo de 10 dias úteis, a partir da data da publicação, no horário das 8h30 às 11h30 e das 14h às 17h30, para se apresentar na região onde optou por atuar. Na Região Metropolitana de Salvador deve comparecer na Secretaria da Educação do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), 1º andar, sala 132. No interior, o convocado deve comparecer nas sedes dos Núcleos Territoriais da Educação (NTE) a que pertence o município para o qual foi convocado.

Entre os documentos exigidos estão: a original e cópia do certificado, devidamente registrado, de conclusão do Ensino Fundamental para a função temporária que concorreu, expedido por instituição de ensino reconhecida; a original e cópia do diploma de conclusão do curso, relacionado à função temporária com pré-requisito/escolaridade de nível médio, expedido por instituição de ensino reconhecida; original e cópia da carteira de identidade, CPF, certidão de nascimento ou de casamento, se for o caso (ver documentação completa no edital). O candidato que, na data da contratação, não reunir os documentos requisitados, perderá o direito de ingresso na referida função temporária.

Os profissionais atuarão no prazo máximo de até 24 meses, dentro do Regime Especial de Direito Administrativo (REDA), com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

 

Fonte: Portal da Educação

Último dia de inscrições para o curso pré-vestibular Universidade para Todos

upt9

Terminam, nesta quarta-feira (23), as inscrições para o processo seletivo dos estudantes interessados em participar do curso pré-vestibular do Programa Universidade para Todos (UPT), que é promovido pela Secretaria da Educação do Estado. Estão sendo destinadas 14 mil vagas. A inscrição é gratuita e está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). As aulas serão realizadas de 5 de junho a 14 de dezembro.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, disse que o programa é uma política de inclusão. “Este programa é desenvolvido em parceria com as nossas quatro universidades estaduais (UEFS, UNEB, UEFS e UESC), em diversos municípios da Bahia, e é voltado para que nossos estudantes tenham mais oportunidade de acesso ao Ensino Superior”, afirmou.

O UPT é destinado a estudantes da rede pública matriculados, em 2018, no 3º ano do Ensino Médio regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; que tenha cursado em escola pública municipal e/ou estadual no Estado da Bahia, o Ensino Fundamental II – 5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes; e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio regular ou modalidades correspondentes. Durante o curso, serão ofertadas as disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia.

No ato da inscrição o candidato deverá fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar, bem como preencher integralmente o formulário de inscrição. A relação oficial dos candidatos selecionados será disponibilizada no dia 30 de maio, no endereço www.educacao.ba.gov.br/universidadeparatodos, nos sites das universidades estaduais e afixada nos locais em que funcionarão as turmas do curso.

Matrícula – Após a publicação dos resultados, os selecionados serão convocados para a realização da matricula, que acontecerá de 5 a 8 de junho, no local e turno que optaram para cursar. A matrícula somente poderá ser realizada pelo próprio candidato, assistido ou representado pelo pai, mãe ou responsável, se menor de 18 anos, ou por representante munido de procuração com firma reconhecida em cartório.

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar cópia, acompanhada de original, dos seguintes documentos: carteira de identidade e CPF, comprovante de residência; e histórico escolar do Ensino Fundamental II – 5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes, além de documentos específicos referentes à sua situação atual conforme edital.

Fonte: Portal da Educação

Estado convoca aprovados no concurso da Educação para perícia médica

As secretarias da Administração (Saeb) e da Educação (SEC) convocam para perícia médica candidatos com deficiência aprovados nas duas primeiras etapas do concurso público da educação. A convocação, publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (18), é para apresentação na Junta Médica Oficial do Estado da Bahia, no período de 21 a 24 de maio. Realizado em fevereiro deste ano, o certame ofertou 3.760 vagas para os cargos de professor e coordenador pedagógico com atuação na educação básica baiana.

Os candidatos convocados devem comparecer à Junta Médica nas datas e horários estipulados pela publicação, para entrega do documento de identidade original, do laudo médico (original ou cópia autenticada em cartório) e de exames que atestem a espécie e o grau (ou nível) da deficiência. É necessário que os exames façam referência direta ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID-10) e à provável causa da deficiência, de acordo com o edital de convocação. A data da emissão do laudo médico e dos exames deve ser inferior a doze meses.

Cabe à Junta Médica proceder com a avaliação dos documentos apresentados. O candidato que não for considerado deficiente passará a figurar na lista de classificação da ampla concorrência no certame, sendo observados os critérios previstos no capítulo 11 do edital de abertura de inscrições do certame.

O edital de convocação também pode ser consultado no Portal do Servidor e no site da Fundação Carlos Chagas – FCC, organizadora do certame. Dos 103.592 inscritos, 41.404 foram habilitados e concorrem entre si para ingresso em uma das 3.096 vagas de professor e 664 de coordenador pedagógico.

O certame tem validade de um ano, prorrogável por igual período, e irá abranger 27 Núcleos Territoriais de Educação (NTEs).

Fonte: Portal da Educação

Começam nesta quarta-feira as inscrições para o curso pré-vestibular Universidade para Todos

download (32)

A Secretaria da Educação do Estado iniciou nesta quarta-feira (16) as inscrições para o processo seletivo dos estudantes interessados em participar do curso pré-vestibular do Programa scrição, que segue até o dia 23, é gratuita e estará disponível no Portal daUniversidade para Todos (UPT). Estão sendo destinadas 14 mil vagas. A in Educação (www.educacao.ba.gov.br). As aulas serão realizadas de 5 de junho a 14 de dezembro.

O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, disse que o programa é uma política de inclusão. “Este programa é desenvolvido em parceria com as nossas quatro universidades estaduais (UEFS, UNEB, UEFS e UESC), em diversos municípios da Bahia, e é voltado para que nossos estudantes tenham mais oportunidade de acesso ao Ensino Superior”, afirmou.

Serão ofertadas as disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia. “Este programa tem um caráter de inclusão muito importante, porque é oferecido para aqueles jovens que mais precisam e envolve as nossas quatro universidades estaduais, por meio de um projeto pedagógico que prepara os estudantes para o ingresso no Ensino Superior”, destacou o secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro.

O UPT é destinado a estudantes da rede pública matriculados, em 2018, no 3º ano do Ensino Médio regular estadual ou municipal ou suas modalidades correspondentes; que tenha cursado em escola pública municipal e/ou estadual no Estado da Bahia, o Ensino Fundamental II – 5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes; e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio regular ou modalidades correspondentes.

No ato da inscrição o candidato deverá fazer opção para um único município, local de funcionamento e turno que deseja cursar, bem como preencher integralmente o formulário de inscrição. A relação oficial dos candidatos selecionados será disponibilizada no dia 30 de maio, no endereço www.educacao.ba.gov.br/universidadeparatodos, nos sites das universidades estaduais e afixada nos locais em que funcionarão as turmas do curso.

Matrícula – Após a publicação dos resultados, os selecionados serão convocados para a realização da matricula, que acontecerá de 5 a 8 de junho, no local e turno que optaram para cursar. A matrícula somente poderá ser realizada pelo próprio candidato, assistido ou representado pelo pai, mãe ou responsável, se menor de 18 anos, ou por representante munido de procuração com firma reconhecida em cartório.

No ato da matrícula, o candidato deverá apresentar cópia, acompanhada de original, dos seguintes documentos: carteira de identidade e CPF, comprovante de residência; e histórico escolar do Ensino Fundamental II – 5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes, além de documentos específicos referentes à sua situação atual conforme edital.

 Fonte: Portal da Educação

Abertas inscrições para o Prêmio Professores do Brasil

Professores da rede pública têm até o dia 28 de maio para inscrever relatos de práticas pedagógicas exitosas para a etapa estadual do Prêmio Professores do Brasil 2018 (PPB). A iniciativa, que está na sua 11ª edição, tem o objetivo de valorizar os educadores da Educação Básica que desenvolvem experiências bem-sucedidas, criativas e inovadores e que contribuem, com isso, para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem.

Para a inscrição, o professor deve acessar a plataforma no endereço premioprofessoresdobrasil.mec.gov.br, preencher os dados e escrever o relato da prática desenvolvida na escola. São seis categorias que vão da Educação Infantil ao Ensino Médio, onde o participante pode optar entre cinco temas especiais: Esporte como estratégia de aprendizagem; Práticas inovadoras de educação científica; Uso de tecnologias de informação e comunicação (TICs) no processo de inovação; Educação Empreendedora; Boas práticas no uso de linguagens de mídia para as diferentes áreas do conhecimento.

A premiação tem três etapas. Na etapa estadual, 486 trabalhos serão selecionados pelo comitê estadual e receberão certificados de participação. Os 162 professores selecionados como o melhor de sua categoria, em cada Estado, passarão para a etapa regional. O resultado tem previsão de divulgação no dia 2 de julho. Na etapa regional, serão selecionados 30 trabalhos, que receberão, cada um, R$ 7 mil e troféus. As escolas dos 30 vencedores também serão premiadas com placas comemorativas. A divulgação provável será no dia 27 de julho. Já na etapa nacional, serão premiados seis trabalhos que ganharão mais R$ 5 mil reais e o troféu, além de premiações extras vinculadas às temáticas especiais. O resultado final será divulgado em cerimônia no dia 30 de agosto.

A coordenadora estadual do PPB, Lucinete França, da Secretaria da Educação do Estado, explica que, na plataforma, os professores podem ter todas as orientações para realizar o relato. “No site, os professores têm acesso ao curso ‘Na trilha das boas práticas de ensino’, que não é obrigatório, mas que ajuda o educador a escrever o seu relato. Também há vídeos e relatos de outras edições que podem orientar melhor nesta etapa”, destaca.

Lucinete ainda ressalta que a premiação, além da valorização, visa proporcionar uma reflexão do professor sobre o seu trabalho. “É muito importante que os professores relatem o seu trabalho. Mas do que uma premiação, a iniciativa pretende estimular os professores a registrarem suas práticas por vias da reflexão, com o objetivo de analisar e aperfeiçoar aspectos importantes na sua prática”, afirma.

Premiação - O Prêmio Professores do Brasil foi instituído em 2005 pelo Ministério da Educação, por meio da Secretaria de Educação Básica (SEB), juntamente com instituições parceiras. Ao longo das sucessivas edições foram premiadas diversas experiências bem-sucedidas, criativas e inovadoras, desenvolvidas por professores da Educação Básica pública. Ao longo de dez edições, o PPB contou com a participação de 44.286 professores de todo o País, totalizando 334 premiados.

Fonte: Portal da Educação

Estudantes irão expor projetos de iniciação científica no Virtual Educa Bahia 2018

download (31)

A 7ª Feira de Ciências, Empreendedorismo e Inovação da Bahia (FECIBA) será realizada, este ano, dentro do XIX Encontro Internacional Virtual Educa (Virtual Educa Bahia 2018) – um dos maiores encontros internacionais de tecnologia aplicada à Educação da América Latina, que será realizado pela primeira vez na Bahia, de 4 a 8 de junho. A FECIBA é realizada pela Secretaria da Educação do Estado para fomentar o estudo e o fazer Ciência em sala de aula, no âmbito do projeto Ciência na Escola. Dentre os principais temas abordados, destacam-se meio ambiente, sustentabilidade e empreendedorismo social. Em todas os projetos, os estudantes apresentam tecnologias sociais e ou inovações contextualizadas com os Territórios de Identidade onde vivem. Serão apresentados 240 trabalhos selecionados, envolvendo 480 alunos e 240 educadores.

“Estamos estimulando cada vez mais o fazer ciência na sala de aula e o que será apresentado na FECIBA reflete o crescente interesse dos nossos estudantes pelo assunto e como eles estão preocupados em apresentar, por meio destas experiências, soluções para problemas vivenciados pelas suas comunidades. Portanto, nada mais adequado do que colocar a FECIBA dentro do Virtual Educa, para que este fazer ciência nas escolas estaduais seja acessado pelos participantes, motivando, ainda mais, os nossos estudantes para o mundo da pesquisa”, afirmou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

O projeto “Sistema de Irrigação Automática” é um dos exemplos de busca, pela iniciação científica, de problemas relacionados à realidade dos estudantes. Realizado pelos alunos Felipe Fernandes e Sauan Santos, do Colégio Estadual Professor Valdir de Araújo Castro, no município de São Félix do Coribe, no Oeste baiano, o projeto será apresentado na FECIBA. Felipe, 17 anos, conta que o trabalho busca a preservação do meio ambiente e o incentivo da Agricultura sustentável. “O assunto nos despertou para a busca de problemas que acometem a minha comunidade: o uso indevido da água e o descaso em relação à sua preservação. Eu e Sauan estamos muito felizes por nosso projeto ter sido classificado para uma feira que dará maior visibilidade ao nosso trabalho. Estamos bastante ansiosos para participarmos da FECIBA, que será a primeira vez”, conta Felipe.

O Sistema de Irrigação Automático, completa o estudante, visa reduzir e reaproveitar os recursos hídricos de forma consciente, contribuindo para uma melhor utilização da água na Agricultura sustentável de pequena e média escala de produção. “O sistema foi criado para captar e reaproveitar a água já utilizada nas plantações, fazendo com que ela sempre volte para o reservatório, recebendo o processo de filtração por meio de uma pequena camada de areia, pedras e uma esponja”, explica o professor orientador Robson Pamplona. O sistema funciona com um reservatório de água que distribui a mesma para o sistema de irrigação que molha as plantas, por meio do gotejamento. Em uma caixa com terra será feito o cultivo da plantação. O segundo reservatório capta a água já utilizada para molhar as plantas e filtrada pelo filtro rústico (feito com carvão vegetal, areia, pedras e esponja). Uma bomba submersa de 127v joga a água do segundo reservatório para o primeiro reservatório, promovendo a reutilização da água.

Outro projeto que marcará presença na FECIBA é o “Tabagismo: ações na comunidade do Alto do Paraíso – Poções-BA”, desenvolvidos pelas estudantes Eva Batista, Isa Chaves e Jociara Brito, do 3º ano do Colégio Estadual Eurides Santana, no município de Poções, no Sudoeste baiano. A pesquisa, explicam as alunas, teve por objetivo realizar ações de intervenção junto à comunidade para que os problemas em decorrência do tabagismo sejam amenizados, incentivando os fumantes a deixarem de fumar. “Realizamos uma pesquisa de campo e elaboramos 100 questionários, aplicados a 14,3% das residências do bairro Alto do Paraíso e com isso obtivemos o número de fumantes nas famílias. Diante dos resultados – 70% dos entrevistados eram fumantes -, vimos a necessidade de uma intervenção na comunidade para o incentivo e a prevenção do tabagismo. Para isto, promovemos a Feira de Saúde no bairro, com a parceria de enfermeiras, psicóloga, fisioterapeuta e dentista, integrantes do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), que foi o nosso parceiro no projeto”, relata Eva, 18 anos.

Levar o projeto para a FECIBA, completa Eva, será uma oportunidade de ampliar o alcance do projeto de combate ao tabagismo. “A feira vai ser um canal muito importante para divulgar o nosso trabalho para um maior número de pessoas, inclusive de várias partes do mundo, que estarão no local em função do Virtual Educa. Estamos na maior expectativa e muito felizes por termos sido classificados”.

Sobre o Virtual Educa – O Encontro Internacional Virtual Educa foi criado em 2001, com o objetivo de promover a inovação na Educação para promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável, especialmente na América Latina e no Caribe. Tanto é que o lema desta edição é “Educação para transformar a sociedade em um espaço único multicultural”, em virtude da importância estratégica da Educação nas sociedades plurais do século XXI.

Saiba mais sobre o Virtual Educa: www.educacao.ba.gov.br

Fonte: Portal da Educação

 

 

Último dia para submissão de trabalhos científicos no Virtual Educa Bahia 2018

 Termina, nesta sexta-feira (4), o prazo para que educadores, estudantes e pesquisadores de todo o Brasil submetam os trabalhos científicos para apresentação no  XIX Encontro Internacional Virtual Educa, um dos maiores eventos mundiais sobre inovação e tecnologia aplicadas à Educação, que será realizado de 4 a 8 de junho, pela primeira vez na Bahia. A seleção dos trabalhos será feita por uma comissão científica internacional e divulgada no dia 25 de maio. A inscrição é gratuita e deve ser realizada on-line, no endereço: virtualeduca.org/encuentros/bahia2018/PT/ponencias

 

 Lançamento - O lançamento oficial da programação do Virtual Educa está marcado para esta segunda-feira (7), às 15h, no Salão dos Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da bahia (CAB), em Salvador, com a presença do governador Rui Costa, do secretário geral José Maria Arlon, que fará a apresentação do conteúdo do evento, e do secretário estadual da Educação, Walter Pinheiro. No ano passado, o evento reuniu mais de 29 mil pessoas em Bogotá, na Colômbia. Na Bahia, o Virtual Educa Bahia 2018 será realizado de 4 a 8 de junho, no Colégio Iceia e no Porto de Salvador, simultaneamente.

O Virtual Educa reunirá grandes personalidades da área de Educação do Brasil, da América Latina, Caribe e da África e terá como tema “Educação para transformar a sociedade em um espaço multicultural único”. As atividades acontecerão no novo Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado da Bahia, a ser inaugurado no antigo ICEIA, no bairro do Barbalho, em Salvador. Paralelamente, o Virtual Educa envolverá o Fórum Global de Educação e Inovação “Cooperação Sul-Sul” voltado para representantes governamentais e de instituições internacionais, a ser realizado no Porto de Salvador.

O Virtual Educa foi criado em 2001, com o objetivo de fomentar a inovação na Educação para promover a transformação social e o desenvolvimento sustentável, especialmente na América Latina e no Caribe. O Virtual Educa opera por meio de uma aliança de organizações internacionais, agências multilaterais e instituições públicas e privadas, que reúne os setores público, empresarial, acadêmico e da sociedade civil. Nesta edição do encontro, será lançado o programa Think Blue, do Banco Mundial, que visa estabelecer um marco mundial sobre a economia do mar, com foco na sustentabilidade.

Outra inscrição – Também estão abertas, até 20 de maio, no link virtualeduca.org/bahia2018/inscripcion/, as inscrições para os interessados em participar do XIX Encontro Internacional Virtual Educa, que será realizado no Centro de Formação e Eventos da Secretaria da Educação do Estado da Bahia (antigo ICEIA), no bairro do Barbalho, em Salvador. Para professores e profissionais de Educação das redes municipal, estadual e federal do Estado da Bahia as inscrições são gratuitas.

Saiba mais: www.educacao.ba.gov.br

Fonte: Portal da Educação